>Câmara de Vereadores realiza sessão extraordinária para analisar sete projetos

Câmara de Vereadores realiza sessão extraordinária para analisar sete projetos

Polêmica

Duas sessões extraordinárias foram marcadas em janeiro na Câmara de Vereadores de Guaíba. Na tarde de quinta, 04, vereadores analisaram sete projetos, entre eles a contratação emergencial de profissionais para a área da educação, além de seis Monitores Infantis. Outro projeto trata da concessão de 15% (quinze por cento) de desconto para pagamento em parcela única do IPTU até 30 de março deste ano.

Dois projetos polêmicos da Mesa Diretora da Câmara entraram em votação. Um deles cria novo organograma do Legislativo e o segundo dispõe sobre a classificação de cargos e fixa vencimentos do quadro de servidores. Este projeto extingue cargos e cria outros. Entre eles termina o cargo de CC de Procurador do Legislativo e cria o cargo de efetivo. O cargo de diretor do Legislativo também será extinto. No seu lugar serão criados outros dois cargos com salários inicialmente menores. O projeto também cria o diretor de eventos na Câmara que foi duramente criticado por vereadores contrários à proposta. A oposição criticou os projetos por criarem novos cargos e, em plena crise que o país enfrenta, aumentar os custos da Câmara.

A mesa diretora rebate destacando que o impacto financeiro não será grande e que a mudança é necessária. Entre os vereadores que se manifestaram contra o projeto estavam João Collares (PDT), Miguel Crizel (SD), Claudia Jardim (DEM), Ale Alves (PDT) e Arilene Pereira (PTB).

Para aprovação dos projetos, ocorre nova sessão nesta segunda-feira, dia 08 de janeiro, às 11h.