Sobrevivência

Sobrevivência

person

Todo ser vivo, para viver, tem que se alimentar. Se isso não se realiza, o ser vivo definha e acaba morrendo. É a lei da vida: comer para não morrer. Isso ocorre com todos os seres, incluindo animais, vegetais e até mesmo aqueles seres que não apresentam aparência de vida mas que na realidade estão vivendo e assimilando seus alimentos, por mais exóticos que sejam.

Mas para que exista essa sobrevivência é necessário que alguma coisa, que chamamos alimentos, sofra o sacrifício da morte. Ou seja, o alimento é, sem exceção, matéria abatida por nós, de um modo ou outro, para servir nossa continuidade no que chamamos vida. Então abatemos bovinos, suínos, aves de toda sorte, peixes da mais variada casta, enfim tudo aquilo que possa fornecer a dita proteína para sustentar o corpo físico.

Também, e pode parecer meio esquisito, mas as frutas, os legumes, as verduras são todos coisas vivas que acabamos deglutindo. Na mesa, um bom bife, uma galinha assada, um peixe na grelha, um peru suculento, uma picanha no ponto, uma costela minga, um pernil de porco, uma paleta de ovelha bem assada, tudo de dar água na boca. Poder-se-á dizer, então, que a vida vive da morte.