A cidade dos sonhos

A cidade dos sonhos

person

Às vezes sonho com uma cidade. Nela, as ruas são floridas e há bonitas árvores. Uma cidade bem planejada onde posso caminhar tranquilamente pelas calçadas   (sem buracos) de dia ou de noite, sem medo de ser assaltado.

Sonho com um local com um bonito teatro e cinema, onde possa enxergar os talentos da cidade, conferir grandes espetáculos e filmes...Sonho com uma cidade mais limpa, sem lixo nas ruas, com um lago menos poluído onde possa tomar banho e navegar.

Sonho com uma cidade onde possa construir uma família, sem medo da violência provocada pelo trânsito ou das drogas. Um local onde possa encontrar mais sorrisos do que lágrimas. E, caso elas existam, que sejam de alegrias por conquistas e reencontros.

Um local que não haja preocupação por falta de empregos ou moradia. Que nas ruas possa ver pessoas educadas, que respeitem a sinalização, que peçam licença, que digam bom dia, olá...

Sonho com uma cidade onde as pessoas sejam mais unidas, que a única briga seja pela justiça social, pelo bem comum e não o interesse próprio. Uma cidade de quando venha a sair, tenha saudade para voltar.

Essa cidade dos sonhos pode ser Guaíba. Ela tem o potencial. A cidade dos sonhos pode ser construída aos poucos, por todos nós. Como diz Nicholas Sparks, no Diário de uma Paixão: “Embora você possa me chamar de sonhador, de tolo ou de qualquer outra coisa, acredito que tudo é possível”. Na vida nada acontece sem antes ter sido sonhado. Você pode estar pensando ou dizendo “vai sonhando, essa cidade não existe e nunca existirá”. Mas eu, enquanto viver, vou sonhar com uma cidade melhor, não apenas imaginar, mas lutar para que ela fique mais humana, mais bonita e agradável.

Como dizia Bernard Shaw: Você vê coisas e diz: “Por quê?” Mas eu sonho coisas que nunca existiram e digo: “Por quê não?”