Tive um sonho

Tive um sonho

person

Na noite passada tive um sonho. Estava viajando de carro de Pelotas para Porto Alegre, uma rotina de todos os meses. Mas desta vez aproximando-me da Capital, vejo uma enorme foto estampada em um outdoor nas margens da BR 116, registrando um lindo amanhecer, algo que nunca tinha visto e uma frase: Visite Guaíba e contemple paisagens como esta.

Logo adiante outra foto da orla de um grande rio e assim sucessivas imagens até chegar numa elevada. Ao longe enxergo um bonito pórtico, feito de pedras e madeira, lembrando casas do século XIX. No alto os dizeres: Visite Guaíba: Cidade Berço da Revolução Farroupilha.

O dia recém clareou, parece ser um local simpático e agradável de conhecer e resolvo entrar na cidade. Passo pelo pórtico, vejo muitas flores no canteiro da avenida principal.

Diversas placas de madeira indicam o nome das ruas e de como chegar ao Centro. Vejo diversas pessoas caminhando nas calçadas e uma ciclovia. Sigo a sinalização e entro numa outra rua, chamada São José, com calçadas largas, com vasos de flores e bancos. No alto da rua passo por um bonito calçadão e um pequeno chafariz, fazendo lembrar uma cidade da serra. No local é possível ver ao longe um lago. O sol reflete em uma embarcação que parece transportar pessoas, transformando um belo visual naquela manhã de sábado.

Desço a rua. Uma bonita praça e dobro à direita, observo uma imagem única, parece com cartões postais da Europa. Diversas palmeiras, alguns plâtanos embelezam a orla. Estaciono meu carro para poder caminhar um pouco e apreciar essa bonita paisagem e o lindo amanhecer. Mas quando abro a porta do carro e coloco o pé no chão acabo torcendo-o. Neste momento caio da cama, acordo para a realidade e percebo que estava somente em mais um sonho.

Começo a pensar: será que tudo isso é um sonho, ou algum dia essa cidade dos sonhos poderá virar realidade? Muito avançou-se, mas há muito a fazer ainda.

 

Publicado no Jornal Nova folha de 06 de fevereiro de 2015