>Guaíba Foto Clube visita a cidade mais fria do RS

Guaíba Foto Clube visita a cidade mais fria do RS

FOTOGRAFIA

Para marcar o início do inverno, integrantes do Guaíba Foto Clube aproveitaram o feriadão de Corpus Christi para sentir as baixar temperaturas no município mais frio do Rio Grande do Sul, e um dos mais frios do Brasil, nos Campos de Cima da Serra, em São José dos Ausentes, divisa com Santa Catarina. O grupo de associados e amigos saiu de Guaíba na quinta-feira, dia 20, bem cedinho, com muitos acessórios para o frio, porque o serviço de meteorologia anunciava uma frente fria no Estado, para o primeiro dia do inverno.
A estadia foi na Fazenda Potreirinhos, zona rural de São José dos Ausentes, parada obrigatória para quem quer fazer a rota dos Campos de Cima da Serra. A manhã de quinta-feira, 21, bem no dia em que iniciou o inverno, surpreendeu os turistas com um campo branco de geada, com temperatura beirando zero grau, mas sensação térmica negativa. O fantástico acolhimento dos proprietários da fazenda, seu Chico e dona Nilda, mais o filho Tiago e a nora Jésssica, encantaram o grupo com um café da manhã aconchegante e almoço e janta baseados na comida típica da região. Aquecedor, lareira e fogão à lenha acesos foram muito bem utilizados, para garantir temperaturas amenas na pousada.

MORRO MAIS ALTO DO ESTADO
E foi com sensação térmica de muito frio, que os integrantes do Clube conheceram o cânion Monte Negro e pico do mesmo nome, a 1.403 metros de altitude, o mais alto do Rio Grande do Sul, de onde foi possível apreciar paisagens lindíssimas, mesmo com um vento gelado. O Cânion fica a 1.300 metros de altitude, tem 700 metros de profundidade e quatro quilômetros de extensão e fica quase ao lado do pico Monte Negro.
Na sequência dos dias, caminhadas e cavalgadas foram organizadas para conhecer o entorno da pousada, como o Cachoeirão dos Rodrigues, com 34 metros de queda, cenário de novelas e produções audiovisuais brasileiras, e o Desnível dos Rios. Nesse ponto turístico, pode-se observar os rios Silveira e Divisa correndo lado a lado, separados por um paredão de rochas num desnível de 18 metros entre eles.

SERRA DO RIO DO RASTRO
Para finalizar o passeio, domingo dia 23, o grupo passou por São Joaquim, em Santa Catarina, onde apreciou a Serra do Rio do Rastro, a 1421 metros de altitude, no município de Lauro Müller. A descida cheia de curvas de ângulo fechado com 6,6 quilômetros de extensão causou muitas emoções, pela desafiadora descida, desenhada no morro emblemático.
No retorno à Guaíba, muitas fotos, em câmera fotográficas e celulares e na memória, muitas histórias. Além disso, um contagiante sentimento de alegria, entrosamento, companheirismo e satisfação por ter realizado uma saída fotográfica tão rica, que ficará na memória de todos. “Passeio maravilhoso” foi a frase dita e repetida por todos.