>CRE é ocupada por grevistas

CRE é ocupada por grevistas

Greve dos professores

Professores e trabalhadores da educação protestam desde a manhã desta segunda-feira, 23, na CRE de Guaíba. O objetivo é conseguir uma negociação da pauta a qual estão defendendo, onde constam os tópicos sobre o pagamento integral dos salários, pagamento do 13º integral e em dia, reajuste salarial devido ao congelamento e a garantia do direito de greve.

De acordo com Daniela Peretti, Diretora da CPERS, uma audiência, a CRE garante o direito de greve e reafirma que nenhum grevista nomeado, contratado ou convocado seja punido, perderá carga horária ou tenha mudança de turno ou horário no retorno das greves.

“Governo pediu sensibilidade então nossas cédulas de sensibilidade serão utilizadas pra pagar contas. Ficaremos ocupando até governo dar retorno de nossa pauta” acrescentou Daniela.