>Guaíba é contemplado com projeto  de hortas urbanas

Guaíba é contemplado com projeto de hortas urbanas

Cidade

No valor de R$ 253.377,65, um convênio Federal firmado entre a Secretaria do Trabalho e Assistência Social (STAS) e o Ministério da Cidadania prevê a instalação de 30 hortas urbanas nos municípios de Porto Alegre, Canoas, Alvorada, Guaíba e Cachoeirinha. A iniciativa será desenvolvida em parceria com a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural e Emater/RS, órgãos estaduais e/ou de municípios que têm conhecimentos e qualificações técnicas para atender as demandas. O público-alvo são as comunidades dos bairros em situação de vulnerabilidades social e altos índices de déficit nutricional.
Em caráter pedagógico, o projeto, denominado Hortas Urbanas – Coletivo Vivo, visa estimular o convívio familiar e comunitário, proporcionando segurança alimentar e sedimentando o trabalho coletivo de forma cooperativada com a perspectiva da economia solidária.

Etapas
Neste mês de janeiro está sendo executada a primeira etapa da iniciativa, que consiste na realização de reuniões de apresentação do projeto para potenciais parceiros municipais, além do encaminhamento da licitação para compra dos insumos e equipamentos. Em seguida será realizado o mapeamento e estudo dos locais a serem implantadas as hortas – que terão até 500m². O prazo de execução é de 18 meses.
Se a horta for implantada em parceria com os Cras, haverá a possibilidade de incluir, no mínimo, 10 famílias em situação de vulnerabilidade e risco social na produção de hortaliças, podendo gerar renda e melhoria da oferta de alimentos saudáveis.
Cada horta deve conter, no mínimo, dez canteiros de 15cm de comprimento por 1m de largura. As hortas deverão ser, preferencialmente, 100% naturais, sem uso de agrotóxicos, com aproveitamento de materiais reutilizáveis . Deverá, ainda, ser construída em cada projeto, uma composteira para o reaproveitamento de resíduos orgânicos em adubo.