>LAR MÃE ESTHER TERÁ MEMORIAL

LAR MÃE ESTHER TERÁ MEMORIAL

Fé e obras

A Direção do Lar Irmã Esther (LIE) inaugura, nesta terça-feira, dia 23, a partir das 14 horas o Memorial Fernando Worm. A iniciativa visa homenagear o fundador da Entidade, Fernando Worm, na data de comemoração dos 40 anos de Fundação da Casa Espírita. A programação prevê uma palestra com um histórico do Lar, conduzida por Luis Alberto Santos, passe coletivo, apresentação do Coral Lar Irmã Esther e ato de descerramento do Memorial. A programação prossegue à noite, a partir das 18h45min, com nova apresentação do Coral e palestra sobre ‘Inteligência Espiritual’, com Vinícius Lousada. Às 20 horas, prossegue o atendimento habitual do Lar, ao mesmo tempo em que haverá sessão de autógrafos do livro de Lousada.
O Memorial contém imagens e informações sobre as principais ações empreendidas pelo idealizador do Lar Irmã Esther, Fernando Worm, desde a fundação, em 23 de julho de 1979, bem como passagens de sua vida em contato com Chico Xavier e ações dedicadas à caridade e ao esclarecimento espírita, aos quais dedicou sua vida.
Fernando Worm nasceu em 20/10/1929 e morreu em 09/07/2014. Filho de Waldomiro Worm e Esther Souza Worm foi Jornalista e escritor. Escreveu diversos livros, sendo que JANELA PARA A VIDA e A PONTE – DIÁLOGOS COM CHICO XAVIER, foram em parceria com Francisco Cândido Xavier e Emmanuel. Atuou como colunista dos jornais Gazeta Centro-Sul, de Guaíba, e da Folha Espírita, de São Paulo.
ATENDIMENTOS – O Lar Irmã Esther atende, mensalmente, cerca de 5.500 pessoas, serve mais de 1.200 refeições e 600 lanches, entrega cerca de 10 enxovais para futuras mamães carentes, doa em torno de 3200 peças de roupas e calçados, além de cobertores, empréstimos de cadeiras de rodas e aparelhos ortopédicos.
Os atendimentos ocorrem na matriz, na rua São José, 473, Centro, e em mais dois locais, no bairro Logradouro, em Guaíba e no Parque Eldorado, em Eldorado do Sul. O LIE conta com cerca de 120 médiuns e trabalhadores voluntários e 4 funcionários pela CLT. Cerca de 1.500 pessoas frequentam as palestras, por mês, na Matriz.

Texto: Jornalista Bete Neves