>CMPC recebe prêmio Projeto do Ano do PMI

CMPC recebe prêmio Projeto do Ano do PMI

Desenvolvimento

Celulose Riograndense ganha prêmio mundial pelas inovações do Projeto Linha 2. O projeto de expansão da Celulose Riograndense foi reconhecido internacionalmente como "Projeto do Ano", no setor de celulose e papel, pelo Instituto de Gerenciamento de Projetos (Project Management Institute - PMI). A instituição, que possui 700 mil membros e atua em mais de 185 países, não tem fins lucrativos e é a maior associação do mundo que reúne profissionais de gestão de projetos. Sua sede fica em Newtown Square – Filadélfia (Pensilvânia/EUA).

A concessão do prêmio teve, como premissa, destacar projetos com o potencial de mudar o mundo e de resolver grandes problemas da sociedade, gerando benefícios que vão durar por gerações. A Celulose Riograndense foi reconhecida por executar um projeto que permitiu à fábrica quadruplicar sua produção, reduzindo drasticamente a sua pegada ambiental.

O presidente da indústria, Walter Lídio Nunes, avalia: "O crescimento industrial não tem que ocorrer em detrimento do ambiente. Quadruplicamos a nossa capacidade de produção, enquanto diminuímos drasticamente o impacto sobre o meio ambiente".

O presidente da empresa afirma que essas metas foram atingidas porque a CMPC priorizou a responsabilidade social e ambiental na concepção do projeto.