>Sperotto busca recursos para Hospital

Sperotto busca recursos para Hospital

Ministro da Saúde, Luiz Mandetta, garantiu recursos para futuro Hospital de Guaíba

O prefeito José Sperotto foi recebido no gabinete do Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em Brasília, na última quarta-feira , 15 de maio. No encontro foi apresentado ao ministro o esboço de como será o hospital de Guaíba, que contará com 101 leitos de baixa e média complexidade.
O prefeito Sperotto destacou ainda que será um hospital-maternidade e 100% SUS: “Será um hospital-regional, que atenderá pacientes de vários municípios da região. Será um filtro para Porto Alegre. Obviamente trará inúmeros benefícios para nossa gente, mas também desafogará o sistema de saúde da Capital”.
O ministro recebeu com bons olhos o projeto e disse que terá apoio financeiro do Ministério da Saúde. O prefeito Sperotto ressaltou que o projeto já tem total apoio do Estado e que é, inclusive, uma das prioridades da secretária estadual da saúde, Arita Bergmann. O ministro Mandetta destacou que o hospital deve iniciar as atividades no modelo bipartite (governos municipais e estaduais custeando) e, logo na sequência, com as documentações exigidas em dia, passa a operar no modelo tripartite, ou seja, com o governo federal também entrando com recursos para ajudar no custeio mensal do hospital.
O primeiro passo é abrir a maternidade do hospital e o atendimento clínico; depois, aos poucos, outros serviços serão agregados, assim como o número de leitos que será ampliado, inclusive com UTI. Para não criar falsas expectativas, ainda não há uma data definida para abertura da maternidade, mas a expectativa é abrir ainda neste ano. O prefeito lembra que cerca de 90% dos equipamentos e do mobiliários planejado já foram adquiridos pelo atual governo municipal, e que o hospital está quase pronto.
Sperotto, esteve acompanhado do presidente da Associação Hospitalar Vila Nova, Dirceu Beltrame Dal’Molin, o diretor-geral do Hospital da Restinga, Paulo Fernando Scolari, e o secretário municipal da saúde, Jocir Panazzolo, . A Associação Hospital Vila Nova seria a parceira do Município na implantação e na gestão do espaço. A instituição, hoje, é referência no Estado pela excelência na administração dos hospitais públicos Vila Nova, Restinga (mais de 10 mil pacientes por mês) e de Charqueadas. A Associação tem ainda expertise no atendimento médico a presidiários.