>Assassinato no bairro Nassuca

Assassinato no bairro Nassuca

Violência

Um homem foi morto no final da manhã de terça-feira, 26, em frente da escola onde estudam duas filhas, em Guaíba. A vítima foi identificada como Gabriel dos Santos, de 32 anos. Segundo informações da polícia, testemunhas disseram que o pai teve uma discussão com o padrasto das filhas próximo à Escola Municipal Inácio de Quadros e o padrasto ao sair da escola com a filha teria pego uma arma e fazendo diversos disparos em direção a Gabriel. Uma bala perdida atingiram também um vigilante que trabalha na segurança do SESI. O tiro acertou um dos braços do homem.
Parentes da vítima disseram que ele estava feliz por ter conseguido um novo emprego com carteira assinada. Conforme a polícia, Gabriel tinha direito de ver as filhas de 15 em 15 dias e ele não teria permissão de entrar na escola por orientação da mãe dos filhos, que tinha a guarda das crianças. Antes do crime, o padrasto esteve na escola com um advogado, orientando a escola para não permitir a entrada do pai.
O setor de investigação da Delegacia de Polícia de Guaíba já ouviu quatro testemunhas e outras pessoas devem depor. O autor dos disparos não apresentou-se à polícia até a tarde de ontem.

Nota da EMEF Inácio de Quadros
Desde o início do ano letivo, a direção da Escola Municipal Inácio de Quadros adotou procedimento de fechar os portões da escola após a entrada dos alunos, só reabrindo após o término da aula. A atitude foi tomada visando a segurança e organização da escola.
O crime ocorrido em frente à escola nesta semana é um fato familiar e isolado, o qual cabe à polícia elucidá-lo. A escola segue as atividades normais, buscando tranquilizar os alunos e aberta ao diálogo com a comunidade.