>Investigação sobre possível crime eleitoral de Luciana Kubiaki cotinua

Investigação sobre possível crime eleitoral de Luciana Kubiaki cotinua

Crime eleitoral

Dando seguimento no inquérito que apura o possível crime eleitoral relacionado à ex-secretária Luciana Kubiaki, dois agentes da Polícia Federal, acompanhados do Delegado João Rocha, estiveram em Guaíba.

Os agentes estiveram na Secretaria de Assistência Social investigando possíveis irregularidades cometidas por Kubiaki na gestão anterior, quando exerceu o cargo de secretária. Foi disponibilizada uma sala para interrogatórios de oito funcionários que trabalhavam na Assistência Social durante o período que esta sendo investigado. No final da tarde, o ex-prefeito Henrique Tavares  também foi interrogado.

Luciana Kubiaki, acompanhada do marido, compareceu  na sede da secretaria as 20h20 e saiu 15 minutos depois. Ela não respondeu as perguntas, alegando não estar se sentindo bem. O delegado intimou Kubiaki a comparecer na PF em Porto Alegre na próxima terça feira, 28, para prestar depoimento.

Retrospectiva: a cassação do mandato de uma vereadora

Durante Sessão Extraordinária para apreciação e votação do Relatório Final da Comissão Processante sobre o processo de cassação da ex-vereadora Luciana Kubiaki (PSD), a Câmara de Vereadores de Guaíba cassou, em 05 de julho deste ano, o mandato da parlamentar. A vereadora após assumir em janeiro, foi acusada de desviar alimentos da Secretaria da Assistência Social.

Na sessão, advogados de defesa e acusação explanaram duas conclusões para os vereadores. Em seguida, os Parlamentares, por ordem alfabética, subiram à tribuna para dar seu voto. Após quase três horas de Sessão, o Presidente do Legislativo, Dr. Renan Pereira (PTB), declarou oficialmente o resultado: “Com base na explanação dos colegas vereadores, que aqui tornaram público os motivos pelos quais fizeram a escolha do voto a favor ou contra a cassação da Vereadora Luciana Beatriz Lopes Kubiaki, eu proclamo neste momento o resultado, por unanimidade, declarando, oficialmente, a cassação do mandato da vereadora Luciana Beatriz Lopes Kubiaki. A partir de hoje, ela é ex-vereadora deste Município”, finalizou Dr. Renan Pereira.

Essa foi a primeira vez na história do Legislativo Guaibense que um Vereador tem seu mandato cassado em Plenário. Com esta decisão, Luciana Kubiaki perde sua cadeira na Câmara e, por consequência, seus direitos políticos. Todo o processo resultante do trabalho da Comissão Parlamentar Processante (CPP) foi encaminhado ao Ministério Público Estadual e a Justiça Eleitoral, para que tomem conhecimento, na íntegra, dos fatos apurados.