>Mega operação no combate ao tráfico

Mega operação no combate ao tráfico

Região

Uma mega operação buscando cessar conflitos entre facções, envolveu 130 agentes policiais do Departamento de Polícia Metropolitana - DPM, da 1ª, 2ª e 3ª DPRM e DPRPA, apoio aéreo da Polícia Civil, Coordenadoria de Recursos Especiais – CORE -, dois bombeiros e três cães farejadores do CEBS, e 39 viaturas.
A operação denominada Mashindano cumpriu 34 ordens judiciais executadas nas cidades de Guaíba e São Leopoldo.
A ação foi coordenada pela Delegada de Polícia de Guaíba, Karoline Calegari. Segundo ela, o conflito entre facção criminosa e quadrilha de narcotraficantes vinha comentendo inúmeros homicídios por meio de execuções violentas em virtude do tráfico de drogas. As investigações iniciaram em outubro de do ano passado, quando uma liderança do narcotráfico, na região metropolitana, obteve liberdade com monitoramento eletrônico e se iniciou uma guerra violenta por disputa de território visando o comércio ilegal de drogas.
Conforme Caroline, esse criminoso, considerado o líder de parte de uma facção, com longa ficha criminal e investigado por ordenar dezenas de execuções de rivais, entrou em conflito com uma facção criminosa rival, de origem no município de Guaíba, intitulada “Gangue dos Batatas”.
Foram apreendidos um revólver, munição, celulares, sistema de videomonitoramento e drogas. Foram presos até o momento 6 pessoas preventivamente e uma em flagrante, totalizando sete presos.
A Delegada Karoline Calegari destacou que investigações como estas, articuladas para elucidar uma sequência de crimes contra a vida e prender os responsáveis, contribuem para salvaguardar toda a ordem pública. A delegada também destaca que a cidade de Guaíba tem sistematicamente reduzido índices de violência no município, sendo que a taxa de homicídios caiu 44% nos últimos 12 meses; 50% de janeiro a abril, em comparação com o mesmo período do ano passado; e 46% nos últimos seis meses.
O diretor da Segunda Delegacia de Polícia Regional Metropolitana - 2ª DPRM - Regional de Canoas, Delegado de Polícia Regional Mario Souza, destaca que esta foi mais uma forte ação contra os homicídios e tráfico de drogas na região metropolitana, visando estancar os conflitos decorrentes do tráfico de drogas, recolhendo armas, drogas e prendendo criminosos.

Fotos e Fonte DP Guaíba15.5.2020