>IBGE divulga estimativa da população dos municípios

IBGE divulga estimativa da população dos municípios

Região

Pela primeira vez, estudos indicam que Guaíba tem mais de 100 mil moradores, conforme dados divulgados na quinta-feira, 31, pela Fundação de Economia e Estatística (FEE).
Já dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados nesta semana, Guaíba conta hoje com 99.334 moradores, ou seja 186 moradores a mais do que o ano anterior. No último Censo de 2010 Guaíba tinha 95.204 moradores.
As estimativas populacionais municipais são um dos parâmetros utilizados, pelo Tribunal de Contas da União, no cálculo do Fundo de Participação de Estados e Municípios e são referência para vários indicadores sociais, econômicos e demográficos. Esta divulgação anual obedece ao artigo 102 da Lei nº 8.443/1992 e à Lei complementar nº 143/2013.
As populações dos municípios foram estimadas por um procedimento matemático e são o resultado da distribuição das populações dos estados, projetadas por métodos demográficos, entre seus diversos municípios. O método baseia-se na projeção da população estadual e na tendência de crescimento dos municípios, delineada pelas populações municipais captadas nos dois últimos Censos Demográficos (2000 e 2010).
Dados da FEE aponta mais de 100 mil pessoas
Os dados do IBGE e da Fundação de Economia e Estatística (FEE) diferem. A FEE divulgou, na quinta-feira, 31, a atualização das estimativas populacionais do RS e seus municípios para o ano de 2016.
O levantamento é realizado pelo Núcleo de Demografia e Previdência (NDP) da FEE e permite conhecer a evolução populacional gaúcha, com segmentação de sexo e grupos etários em cada município, região ou Coredes do RS.
Trata-se de um detalhamento que permite saber quantas crianças, por idade, residem em cada município, possibilitando um melhor planejamento para campanhas de vacinação ou para o acompanhamento de indicadores de diversas áreas, como por exemplo a mensuração das taxas de matrículas escolares. Analogamente, as estimativas apontam quantos jovens, de até 19 anos, ou mulheres de 80 ou mais vivem no RS, dentre diversas análises disponíveis.
Esse amplo grau de detalhamento é possível porque as estimativas são produzidas a partir dos registros de nascimentos e óbitos do Estado, além de variáveis auxiliares como o número de matrículas no ensino fundamental.
Analisando os últimos seis anos, para o período 2010 a 2016, Caxias do Sul é o município que mais ganhou população (em valores absolutos) no RS (26.777 pessoas), enquanto que Uruguaiana apresenta a maior perda absoluta (-3.696), refletindo a tendência de deslocamento da população da região oeste do estado para a região leste. Nesse mesmo período de 6 anos, Porto Alegre, maior município do estado, ganhou 18.796 habitantes, ocupando a segunda colocação. Porém, esse percentual representa um crescimento de apenas 1,29%, bem abaixo da média do estado, de 2,43%. O crescimento relativo de Caxias do Sul, por sua vez, foi de 5,96% no mesmo período.